DESIGNED BY MIXWEBTEMPLATES

Curiosidade


 

 

 

 

 

1. Recebimento da carcaça Todos os pneus recebidos pelo reformador devem ser limpos e secos, com o objetivo de eliminar toda a umidade retida pela carcaça.

 

2. 1ª Inspeção O objetivo desta etapa é selecionar as carcaças em boas condições de reconstrução, eliminando carcaças que apresentarem defeitos que impossibilitem a reconstrução com qualidade, segurança e garantia.

 

3. Raspagem Nesta etapa, remove-se a parte remanescente da banda de rodagem, deixando a carcaça com dimensões corretas para a aplicação da nova banda de rodagem.

 

4. Escareação Nesta etapa, repara-se todos os cortes encontrados a carcaça.

 

5. 2ª Inspeção Nesta etapa avalia-se:

           1. Se o trabalho de escareação está correto, caso contrário, as carcaças devem retornar ao setor de escareação para retrabalho. 
            2. Avaliar se a extensão e se o número de escareações estão dentro dos limites máximos permitidos para os pneus. 
            3. Determinar a necessidade de manchões ou não, em função do local da avaria e extensão da escareação.

 

6. Reparo O objetivo desta etapa é devolver à região avariada a resistência original.

 

7. Aplicação da Solução de Borracha O objetivo desta etapa é facilitar a união do camelback ou da banda pré-moldada com a carcaça através da aplicação de uma cola especial.

 

8. Preenchimento da Escareação Nesta etapa, nivela-se a superfície da carcaça em correspondência das escareações.

 

9. Aplicação de Camelback ou Pré-Moldado O objetivo desta etapa é recolocar no pneu um volume de borracha equivalente àquele desgastado durante o rodar e mais o retirado na raspagem.

 

10. Vulcanização Na vulcanização deve-se transformar a borracha do camelback de plástica para elástica (sistema tradicional) com a estampagem da banda de rodagem desejada. No caso de pré-moldado, proporcionar a adesão perfeita entre a banda de rodagem pré-vulcanizada e a carcaça, mediante a vulcanização da folha de ligação intermediária.

 

11. Inspeção Final Na última etapa, examina-se cuidadosamente todas as partes dos pneus reconstruídos, ou seja, banda de rodagem, flancos, talões e interno da carcaça, certificando-se de que todos os pneus reconstruídos a serem enviados aos clientes estejam em perfeitas condições de uso.

 

12. Acabamento Nesta etapa, eliminam-se as pequenas imperfeições superficiais, tais como escorrimentos de borracha e rebarbas, melhorando o visual dos pneus reconstruídos.